Veja ABC 2008 – 2009

Veja ABC 2008 – 2009

Três dos seis donos moraram na capital da Alemanha. O nome da costelaria, portanto, dispensa explicações complementares. Mas o surgimento, por mero acaso, do prato principal rende uma história no mínimo curiosa. A intenção inicial era fazer com que o até então bar fosse conhecido por sua variedade de bebidas (nas paredes ainda sobrevive a coleção de latinhas de cerveja do mundo todo, com mais de 1?500 unidades). Em um sábado lotado de clientes, um dos seis sócios, Ailton Guimarães, teve a idéia de servir costela de graça aos clientes. Dessa maneira despretensiosa, nasceu a costela temperada, enrolada num celofane e assada no bafo durante quinze horas antes de ir à mesa – hoje, paga. É servida com mandioca na chapa acompanhada de farofa, pão e vinagrete. Você pode optar pelo festival, pagando um preço único para se servir de diversos acompanhamentos, como arroz-de-carreteiro, feijão-tropeiro e couve, disponíveis no bufê. A costela, é claro, entra no pacote. No almoço, o rodízio inclui quinze cortes da carne. O menu à la carte lista ainda iguarias germânicas como o eisbein mit sauerbraut (joelho de porco servido com chucrute, salsicha e batatas cozidas). As noites de quarta a sábado são animadas por MPB ao vivo.